Quarta-feira, 29 de Agosto de 2007
Negócios da Literatura

Como vos disse há pouco, acabei um livro (coisa estranha para uma leitora compulsiva). Herança de Vergonha de Nora Roberts (essa escritora que de repente ganhou direito a uma prateleira inteira na Fnac) o terceiro volume da Trilogia da Herança. Não comprei nenhum dos três, usei a biblioteca do colégio. O livro está bem escrito, embora censure a tradutora porque alguma expressões, mas isso são outros 500.

Não sei se já se aperceberam, mas dantes um escritor publicava um livro, daí a uns tempos publicava outro... mas as personagens não tinham nada a ver. Agora o negócio das editoras é a Trilogia. Será que para ver o meu nome na capa de um livro tenho de escrever mais dois com as mesmas personagens? Uma ou outra trilogia qualquer um engole, mas agora toda a gente as escreve. E se eu não quiser escrever três livros? Não tenho direito a contracto? A minha futura vida como veterinária escritora está seriamente arriscada... Eu adoro escrever aquelas histórias rápidas e fatais (duas a quatro páginas), adoro matar a personagem principal. Não que seja psicopata, mas a última trouxe o meu lado mais negro ao de cima.

É que à custa deste negócio, enrolam-nos (leitores compulsivos pelo menos) e bem. Lemos o primeiro, gostamos e pronto, aí vai disto, temos de comprar mais dois para chegar ao fim. Não admira que o meu mealheiro ande tanta vez em baixo. isto de ser uma leitora compulsiva trás vários problemas monetários... Até ao próximo desabafo.


hoje estou: Meio revoltada
barulhos agradáveis: Breakaway de Kelly Clarkson

espetado aqui por pipita às 16:46
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De livros2amao a 26 de Fevereiro de 2008 às 22:20
Da Nora Roberts só li ainda a trilogia irlandesa (As Jóias do Sol, As Lágrimas da Lua e O Coração do Mar). É um bom passatempo!


Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22

24
25
26
27
28
29
30

31


.Fazer olhinhos